quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Coador

Todas as manhãs sorvo teu perfume
E absorvo o ar quente que exalas
Tua cor morena de minha terra
Teus lábios fria porcelana
O sabor amargo que teu
beijo encerra o anseio
por mais que tua
lembrança
emana
Café

3 comentários:

Daniel Vigna disse...

NOSSA, SEM PALAVRAS!
Muito bom, muito criativo!

Heitor P. B. disse...

Muito bom mesmo!!!!

B.M.P. disse...

UAU!

Você é demais. ^^